Motion Designer – o que é, o que faz e como se tornar um

PixelSav Artigos Comments

O termo motion designer não é novo para quem acompanha o mercado de animação, ou presta atenção aos créditos daqueles gifs incríveis que a gente compartilha no Tumblr, Pinterest ou Facebook. Também conhecido como designer de animação, esse profissional trabalha, como o nome sugere, com animações e modelagens em 3D para produtos audiovisuais – filmes, séries e vídeos, por exemplo. Mas, você sabe como a mágica acontece, e o que precisa fazer para se tornar um motion designer? A gente preparou esse post para tirar algumas das suas dúvidas sobre esse profissional que é fundamental para o funcionamento da indústria cultural.

A importância do motion design

É muito comum que pensemos em animação no formato de longa-metragem: uma história contínua, em que todos os personagens, cenários e objetos são animados, sem nenhuma, ou pouca, interferência de elementos live action – ou seja, reais, de carne e osso. Isso é, de fato, uma possibilidade de mercado para profissionais do ramo. Mas a importância da profissão, no entanto, vai muito além disso.

Estima-se que a cada hora de programação na TV aberta, 12 minutos sejam de conteúdo feito criado por motion designers. Os motion graphics são, basicamente, os mais diversos elementos visuais e artísticos que vemos na tela. Vinhetas, tipografia, infográficos, e por aí vai. Em resumo, motion design é, como o nome sugere, design em movimento. Assim, a técnica é extremamente necessária nos dias de hoje. Os profissionais da área tem um mercado de trabalho amplo, podendo criar elementos para comerciais e propagandas, seriados, novelas, programas jornalísticos, conteúdo para plataformas online como YouTube e Vimeo, e onde mais a imaginação puder chegar.

Como se tornar um motion designer?

Em geral, motion designers são formados em Design Gráfico. Existem diversas pós-graduações e especializações na área em faculdades de todo o Brasil. No entanto, tão importante quanto o diploma é dominar os softwares utilizados.

Alguns dos programas que são comumente usados nessa empreitada criativa são:

– After Effects;

– CINEMA 4D;

– Nuke Studio;

– Apple Motion;

– Maya;

– Fusion 8;

– Blender

É possível, também, fazer cursos livres de cada um desses softwares para aprimorar suas habilidades.

Tem alguma dúvida sobre o trabalho de um motion designer? Entra em contato com a gente!